Segurança

CFTV: aprenda o que é e como funciona

Circuito fechado de televisão (CFTV)
Escrito por Alfatel

O circuito fechado de televisão (CFTV) é uma das principais ferramentas de segurança, amplamente adotado por empresas, lojas, bancos e até mesmo famílias. Com o monitoramento por câmera, é possível inibir a ação de criminosos e proteger o patrimônio.

Mas, afinal, o que é um circuito fechado de TV e como ele funciona? Por que esse sistema é tão importante para as empresas? Continue lendo para saber mais sobre o CFTV!

O que é CFTV?

É um circuito privado de monitoramento que funciona para captar e armazenar imagens. Várias câmeras são posicionadas na área a ser monitorada e as imagens são transmitidas para uma central, que as distribui para um monitor ou até mesmo para celulares e tablets.

Nas empresas, a principal função do CFTV é auxiliar na manutenção da segurança. Com ele, ficam registrados eventuais casos de roubos, furtos, vandalismo e até mesmo comportamento inadequado de funcionários ou clientes.

Quais são os benefícios de ter um CFTV?

Como já foi dito, o circuito fechado de televisão é considerado um equipamento de segurança. Por isso, o principal benefício de contar com um CFTV é saber que suas instalações estão sendo vigiados e que qualquer ocorrência estará devidamente registrada.

Já é possível, inclusive, acessar as imagens pela internet, garantindo que você possa monitorar a sua empresa de qualquer lugar, 24 horas por dia.

O monitoramento por câmeras pode inibir a ação de criminosos, que preferem agir em um local não controlado. Até mesmo casos de descumprimento de regras e ordens por parte dos funcionários podem ser reduzidos se eles souberem que estão sendo monitorados.

Como funciona?

Atualmente, existem dois tipos de CFTV: o digital e o analógico. De qualquer maneira, ambos contam com as seguintes partes:

Dispositivos de captação

Câmeras e, em alguns casos, microfones que são usados para captar imagens e sons. As câmeras também podem ser analógicas ou digitais e a principal diferença entre elas está na qualidade da imagem. Também existem câmeras com diversos alcances, modelos, aparência e tipo de movimentação.

Cabos de transmissão

São responsáveis por levarem a imagem das câmeras para a central de gerenciamento. Nos sistemas analógicos, são utilizados cabos axiais. Já nos sistemas digitais, são usados cabos de rede iguais àqueles utilizados no computador. Também podem ser usados cabos de fibra ótica ou até mesmo câmeras com transmissão sem fio, via redes WiFi.

Central de processamento e gerenciamento

Equipamentos usados para receber as imagens e direcioná-las para os monitores, computadores ou outros dispositivos de acesso. Eles enviam as imagens para os vídeos em tempo real e também as direcionam para o HD de um computador, quando o CFTV possui a opção de gravação.

No sistema digital, essa central é chamada de Network Video Recorder (NVR), enquanto no sistema analógico, ela é chamada de Digital Video Recorder (DVR).  Existem também os dispositivos híbridos, como o Stand Alone ou Hybrid Video Recorder (HVR), capazes de trabalhar com ambos sistemas.

De uma maneira geral, os sistemas digitais têm imagens melhores e garantem mais praticidade ao permitir que as imagens sejam acessadas por dispositivos diversos. Nos sistemas analógicos, elas são enviadas para um monitor específico. Apesar disso, o sistema analógico ainda é bastante utilizado, devido ao seu preço mais baixo.

De qualquer maneira, quem contrata uma empresa de segurança para instalar um CFTV não precisa entender de todos esses detalhes técnicos. Depois de instalado, a operação do circuito é simples.

Portanto, o investimento em um CFTV pode trazer mais tranquilidade para empresários e gestores, garantindo que o local de trabalho seja monitorado constantemente. Quem opta por essa solução não costuma se arrepender.

E você? Se interessa pelo assunto? Quer saber mais sobre CFTV, telecomunicações e segurança eletrônica? Então, curta a nossa página no Facebook e acompanhe todos os nossos conteúdos!

Sobre o autor

Alfatel

Deixar comentário.

Share This