Dicas

Equipamentos antigos: o que fazer com este problema?

Escrito por Alfatel

A tecnologia está evoluindo de maneira cada vez mais veloz. As novidades, que antes eram lançadas de forma mais espaçada, hoje não esperam nem que os equipamentos antecedentes comemorem um ano.

Os lançamentos tornaram-se eventos grandiosos, que mexem com a cabeça das pessoas e com a economia mundial. O número de produtos e recursos novos oferecidos diariamente no mercado é enorme  e, se a sua empresa não se atualiza, corre o risco de ficar para trás, obsoleta.

Para se ter uma ideia, geralmente, os brasileiros trocam seus aparelhos eletrônicos a cada três anos. Curto tempo de vida, certo?

Modernização necessária

No âmbito empresarial, em que a concorrência entre as companhias é grande e implacável, a situação é mais frequente. Equipamentos antigos podem impedir que o negócio obtenha uma boa produtividade, prejudicando, diretamente, a rentabilidade do negócio.

Evoluir junto à tecnologia vai desenvolver melhor as ações da sua empresa, melhorando seu desempenho e otimizando seus resultados, além de facilitar a vida de seus funcionários.

As centrais de PABX são um bom exemplo. Sistema recente de ramais, o modelo analógico, que já trazia várias funções e é, ainda, um dos mais comercializados, já ficou para segundo plano. As digitais e as IPs já são versões mais atualizadas, versáteis e com funcionalidades que as pessoas nem imaginavam precisar.

Substituir ou modernizar seus equipamentos antigos pode ser fator determinante para colocar a sua empresa na frente da concorrência, principalmente em momentos de crise ou instabilidade financeira.

Porém, a retirada de produtos eletrônicos de circulação envolve vários fatores e processos químicos que podem ser nocivos ao meio ambiente, por isso, deve ser feita de maneira correta, priorizando a reciclagem.

Veja agora como se desfazer de seus equipamentos antigos da melhor forma!

Descarte correto de equipamentos antigos

A maioria dos equipamentos eletrônicos da sua empresa tem, em sua composição, resíduos nocivos ao meio ambiente, por isso, no momento de serem descartados, eles se encaixam na categoria de lixo eletrônico e devem ser tratados de forma específica.

Aparelhos celulares, monitores de computador, televisores, impressoras, baterias, maquinários… todos esses equipamentos são exemplos de lixo eletrônico.

Quando um equipamento eletrônico é descartado, suas substâncias químicas (chumbo, mercúrio, cádmio) podem gerar algum tipo de contaminação na água ou no solo. Além disso, elas também podem ocasionar doenças nos profissionais coletores de lixo ou nas pessoas que vivem nas ruas ou terrenos baldios.

Equipamentos que também contenham plástico, vidro ou metais têm um processo de decomposição muito mais difícil e acabam ficando muito tempo em exposição no solo.

Onde descartar lixo eletrônico?

Para evitar problemas como a contaminação do solo e a poluição do meio ambiente, sua empresa pode fazer parcerias com companhias especializadas em reciclagem de produtos eletrônicos. Já as baterias dos celulares, por exemplo, podem ser devolvidas as próprias empresas de telefonia.

Se os equipamentos antigos estiverem em bom estado de uso, a empresa pode doá-los para alguma instituição social, por meio de algum programa ou fundação. Há, ainda, várias ONGs que trabalham para promover o recolhimento do lixo eletrônico em empresas e fazer o descarte de maneira correta.

E você, já realiza alguma ação de descarte de equipamentos antigos na sua empresa? Compartilhe com a gente nos comentários!

 

Sobre o autor

Alfatel

Deixar comentário.

Share This